Janeiro 7, 2016
Outubro 10, 2015
Outubro 2, 2015
Agosto 16, 2015
Abril 13, 2015
Julho 1, 2014

Em ano de Mundial, recordar Zidane

Junho 9, 2014
por

0

«Não há nada como ignorar a arte, basear-se em ideais pré-definidos ou ajuizar acções pelo grau de catolicismo que transportam para se poder viver em paz…» Nuno, in Entredez Olhar para o que aconteceu em 2006 de uma outra perspetiva e dar-lhe a importância que realmente importa e que realmente merece. Zidane, momentos antes da famosa […]

Posted in: Desporto

Em ano de Mundial, recordar Maradona

Junho 9, 2014
por

0

«Barrilete cósmico, ¿de qué planeta viniste para dejar por el camino a tanto inglés, y para que el país sea un puño apretado gritando por Argentina?» Embora não vivido, vivido vezes inúmeras e nunca suficientes. É difícil não ficar com a imagem, com a sequência, gravada na memória com apenas uma ou duas visualizações. Mas, hoje, […]

Posted in: Desporto

Talvez em Morse

Maio 11, 2014
por

0

Não consigo escrever-te. De que servem uma folha em branco e 26 letras quando incandescem na minha retina mil narrativas dos teus olhos e a chave de ouro do teu riso mais espontâneo? (Assim nem posso escrever outra história qualquer.) Nada mais. Tens em ti todos os enredos e todas as rimas do mundo. Só pode; […]

Tagged: ,
Posted in: Correspondência

Eu convocava

Maio 5, 2014
por

0

Pensei em fazer o exercício de escolher os 23 jogadores que, na minha opinião, melhor representariam a Seleção Portuguesa no Mundial deste ano, no Brasil. Os critérios para a seleção são aqueles que considero serem os mais importantes para este tipo de convocatórias: qualidade técnica e inteligência na interpretação de situações de jogo. No fundo, escolher […]

Posted in: Desporto

A lágrima das tuas histórias

Maio 2, 2014
por

1

Não é verdade que me sinta na obrigação de arranjar em mim mais que o coração e o sorriso para te receber e ficar contigo, porque quero estar tão à vontade quanto estaria se cá estivesses, de facto, mas às tantas já não sei se não cá estás mais agora que não estás do que […]

Posted in: Diariamente

em segredo de ti

Janeiro 16, 2014
por

1

Há poucas coisas mais bonitas do que as palavras certas. Apetece-me agarrar-te no cabelo e apanhá-lo numa mão assim num nó desajeitado e afastá-lo para cima, assim, e escrever-te no pescoço a pincel. Escrever-te no pescoço a pincel para ser suave e bonito e te ficar bem aquilo que me apetece dizer de ti, e […]

Posted in: Correspondência