em segredo de ti

Posted on Janeiro 16, 2014 por

1


Há poucas coisas mais bonitas do que as palavras certas.

Apetece-me agarrar-te no cabelo e apanhá-lo numa mão assim num nó desajeitado e afastá-lo para cima, assim, e escrever-te no pescoço a pincel.

Escrever-te no pescoço a pincel para ser suave e bonito e te ficar bem aquilo que me apetece dizer de ti, e no pescoço porque me apetece escrever-te em ti mesma. Em ti mesma.

És daquelas pessoas que se podem escrever porque chegas a ser mais bonita do que as palavras, e eu conheço palavras bonitas.

(Há poucas coisas mais bonitas do que as palavras certas.)

Escrever-te em ti mesma, contar-te a tua história em ti mesma mas em segredo de ti, atrás no pescoço, segredos que não partilho contigo por vergonha, vergonha?, vergonha, sim, vergonha de não conseguir esconder este sorr, este sorriso envergonhado.

segredo_594

Pormenores teus que não quero que conheças para que não desapareçam, e voltar a deixar-te cair o cabelo castanho para cá dos ombros. Pode demorar tanto e ser tão bom.

Posted in: Correspondência