Browsing All Posts filed under »Desagarrado«

#somostodosneutrinos

Outubro 10, 2015 por

0

Ou: estará ainda a nossa própria existência por descobrir? E que aparentamos somente pairar por aí e atravessar matéria em nada a alterando? Mas que, porém, temos a nossa quantidade ínfima de massa? A billion neutrinos go swimming: one gets wet. – Michael Kamakana Se há equações, estamos lá.

Eu tenho dois amores (que em nada são iguais)

Outubro 22, 2013 por

0

Ela, Conheço-a desde sempre, parece. Envolveu a minha vida e fez-me ser quem sou. Tão fácil estar, ser com ela. Uma imperial num pôr-do-sol de verão, um copo com os amigos lá naquele sítio do costume, o café da manhã fria de Novembro, o cheiro do cabelo da miúda nas mãos, o almoço com os […]

Andrea, vem comigo.

Maio 21, 2013 por

7

Quando um homem a sério é seduzido, é-o em silêncio. O ambiente instala-se de repente, o ambiente certo, e o remoinho do caos cabe todo naquele metro quadrado. À filme, o cenário que se instala é bonito, tem a música certa a tocar de fundo e dá para ouvir todas as notas, todos os pormenores. […]

Não, espera. Diz.

Dezembro 4, 2012 por

2

Acabei de descobrir que ela não sabe escrever bem. E não sabes o quanto isso me deixa triste. Meu. Meu nada, é. É triste. Acho que preferia não saber metade das coisas que sei hoje. Sobre tudo, sobre uma série de coisas. Sobre ela também, mas não é só sobre ela. São coisas que não […]

Chuvoso de barulho de fundo

Novembro 4, 2012 por

0

Fade in e ela entra em casa, sem paciência. Sem paciência, mas antecipa já toda a cena que vai fazer, e sabe que só vai ficar pior. Não interessa de onde é que ela vem, pode ser de um lado qualquer. Mas vá, imagina que é da rua e até pode ser que estivesse a […]