Browsing All Posts filed under »Plásticas«

Em prosa #3 | Santadrenalina

Novembro 9, 2013 por

0

«Mientras te dormías te miraba irte y preparaba canciones para el tiempo y la distancia.» «Ayer no tuve tiempo para hablarte susurrando y conseguir que sonrieras, aunque fuera un rato. Es que estaba tan ocupado, sabes, viendo la tele, algún anuncio tan bien realizado. Y tu estabas tan triste y yo despistado. Nunca he permitido […]

It’s Kind of Ironic

Abril 28, 2013 por

0

Eles não estão de volta. O single Get Lucky, lançado no dia 19 de abril, profetizou a chegada de algo que não é o que aprendemos a chamar Daft Punk. Preciso desde já de me socorrer do lugar-comum: não é melhor, não é pior; é diferente. É muito diferente. E é absolutamente extraordinário. É um […]

Em prosa #2 | Inerte

Fevereiro 1, 2013 por

0

«Mirando al techo fijamente. Podrías sustraerme y separarme de este mundo en un impulso, como en un cuento, separando la gravedad del centro y recorriendo sin movernos el universo. Colgado al suelo, simplemente manteniendo un rumbo inerte. El suelo se convierte en poesía. ¿Dónde estarán las costas que pensamos? ¿Dónde se fue la primera? Creo que […]

Em prosa #1 | Abrázame

Novembro 21, 2012 por

0

«Abrázame y no me digas nada, sólo abrázame. Me basta tu mirada para comprender que tú te irás. Abrázame como si fuera ahora la primera vez, como si me quisieras hoy igual que ayer. Abrázame. Si tú te vas te olvidarás que un día, hace tiempo ya, cuando éramos aún niños, me empezaste a amar y yo te di […]

O Companheiro do Whisky

Julho 18, 2012 por

0

O meu primeiro encontro com John Mayer aconteceu quase por obrigação. Foi, por isso, um pouco tímido, quase às escondidas. Sempre achei que o que ele fazia era, permitam-me a expressão, “música de gaja”. Ou de guitarrista – pelos benefícios de ser “música de gaja”. Se é que me faço entender. Foi, porém, graças a […]

O amor em The Shins – crónica (nada imparcial) no SBSR 2012

Julho 14, 2012 por

0

Ninguém diria que, mais de dez anos depois de lançar o primeiro disco (com uma formação herdada dos Flake Music, a sua primeira banda), um dos melhores do grupo e da década de 2000, e no ano em que edita (com um conjunto de músicos totalmente diferente do primeiro) Port of Morrow, longa-duração duvidoso, sofrível […]

O esforço para gostar: The Shins — Port of Morrow

Abril 28, 2012 por

0

A minha “relação” com os Shins começou algures em 2008, com o relativamente recente (na altura) Wincing the Night Away. Nesses tempos, a quantidade de bandas novas que conhecia era extremamente reduzida, não acompanhava qualquer espécie de imprensa musical e o conjunto de referências que possuía era pouco vasto – ainda menos vasto que hoje. À […]

Ainda sobre Shame

Abril 9, 2012 por

0

Diz um. «Gosto do que escreveste e algo disso é verídico, mas eu não achei nada de extraordinário. O filme é bom mas é para se ver muito atento, provavelmente no cinema. A produção é muito boa, especialmente em algumas cenas. Para mim é genial a cena dele a jantar com a preta, numa tentativa […]

John Cale — Paris 1919

Abril 6, 2012 por

0

Não há neste mundo um intérprete, compositor, escritor, artista que, sozinho, tenha definido derradeiramente um género musical que tenha ficado para a história. Porém, e porque é justo que a esses lhe seja dado o reconhecimento devido, alguns tiveram o engenho supremo de criar uma ou mais obras-primas que constituíram uma fundação sobre a qual […]

Shame ou These vagabond shoes

Março 14, 2012 por

1

O embalo perturbante – daqueles de mãos cravadas na máxima força aos braços da cadeira de cinema – com que Shame nos seduz e convida droga-nos e levita-nos até ao limiar do prazer, altura em que duvidamos e nos envergonhamos dessas nossas sensações, confusos. O filme, passe o paralelismo, provoca-nos um quase-orgasmo sensorial de que […]